Vigilância apresenta dados sobre a situação da Dengue em Cabreúva - Prefeitura de Cabreúva
        
        
        
        
        
        
        
        
        
        
        
        
                

        
        
        

        
        
        
        
        
        

        
        

        
        

        
        
        
                        
        
        
        
        
        
        
        
        
        
        
        
        
        
        
        
          
        
        
        
        
        
        
        
        
        

		
		


    

Ir para o conteúdo

Tamanho do Texto

Contraste

Cadastre e receba
nossa newsletter:

Cabreúva

Notícias - Home

01 JUN

Vigilância apresenta dados sobre a situação da Dengue em Cabreúva


Atualizado em 01 Jun 2016 às 12h

A Vigilância Epidemiológica (VE) realizou ontem, terça-feira, 31, a 4º Sala de Situação da Dengue. O encontro, que fez um balanço geral da situação da Dengue em Cabreúva, foi realizado na Câmara e contou com a presença da secretária de Saúde, Dra Rita Moraes Hollo e da secretária de Meio Ambiente, Rosemeire Timporim, além do coordenador da Secretaria de Assistência Social, Guilherme Gonçalves e de técnicos e agentes de todas as Unidades de Saúde.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Lucimar Império e o veterinário da Saúde Dr Fábio Marcondes, apresentaram dados relativos aos casos de dengue no município, de janeiro até maio, e a situação da busca casa a casa na cidade.

Foram notificados, de acordo com a VE, 203 casos suspeitos de dengue, desses casos 54 foram positivos e o principal critério para a avaliação foi o clínico e epidemiológico (o Instituto Adolfo Lutz não está realizando exames, com exceções para gestantes, idosos, menores de 10 anos e internados). De acordo com a VE não houve casos de zica vírus no município, houve apenas uma suspeita que foi descartada.

A Vigilância, juntamente com os agentes de saúde, visitou 5053 residências. Dessas residências 2165 estavam fechadas. Pelas estimativas da Vigilância, com essas residências em pendência, 937 focos ficaram sem eliminação. Foram realizados mutirões casa a casa nos dia 19 de março, 26 de abril e 28 de maio. Foram priorizados os locais atendidos pelo Programa Saúde da Família. A Ouvidoria da Saúde recebeu 43 denúncias de janeiro a maio referente a focos do aedes aegypti.

“A proliferação do aedes aegypti é um problema de todos nós e a solução está nas mãos de todos. O combate ao mosquito tem que existir de janeiro a janeiro, pois não é mais um problema sazonal. Precisamos que a população trabalhe ao nosso lado e nos ajude na eliminação dos criadouros do mosquito”, afirmou a secretária Rita Moraes Hollo.

Compartilhar :
Twitter
Imprimir
Assuntos relacionados: vigilânciasaúdedados dengue
Autoria: Adriana Gomes
» Todas as notícias

Ultimas Notícias

25 DEZ

Amistoso da terceira idade é marcado por alegria e confraternização

25 DEZ

Cabreúva recebe Mais dois veículos do Programa Nova Frota

25 DEZ

Previna-se: evento Prevenção na praça (Novembro Azul)

Reportar erro!

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente
Cabreúva
Prefeitura Municipal de Cabreúva - Rua Floriano Peixoto, 158 - Centro - Cabreúva - SP
Todos os direitos reservados © 2022 - Desenvolvimento Imagenet Tecnologia.