Ir para o conteúdo

Tamanho do Texto

Contraste

Cadastre e receba
nossa newsletter:

Cabreúva

Notícias - Home

09 OUT

Saúde e Educação irão criar centro de referência para crianças e adolescentes


As Secretarias da Saúde e da Educação se reuniram em um importante projeto: criar, em um espaço único, um centro de atendimento à saúde mental da criança e do adolescente. O objetivo é que trabalhos de psicólogas clínicas e escolar, psiquiatras e psicopedagogas sejam integrados em único espaço que será instalado na Rua Espírito Santo, no Jacaré, para desta forma poder melhor atender as crianças.

Daniel Ercolin de Carvalho, coordenador da Saúde Mental, comentou que a mudança irá transformar a funcionalidade do trabalho da equipe. “Atualmente, existe um problema de articulação entre os profissionais da Saúde e da Educação que o novo espaço irá extinguir. Com todos os profissionais reunidos no mesmo espaço e trabalhando juntos, o atendimento será ainda melhor”, explicou. 

A criação desta nova estrutura irá otimizar os trabalhos, é o que destaca o prefeito Henrique Martin. “Nossas secretarias estão se empenhando para que a população possa ter um atendimento específico e de qualidade, por isso a criação de centro de atendimento à saúde mental da criança e do adolescente, que centraliza os atendimentos e ações nessas áreas”, afirmou o chefe do executivo.

Segundo Daniel, o novo espaço irá aproximar profissionais da Saúde e Educação e permitir o trabalho conjunto tanto com as crianças quanto com os pais.

Talita Giacomini, psicóloga da Saúde, considera a parceria entre as pastas imprescindível. Segundo ela, o espaço atual é muito ruim e a mudança é mais do que urgente. “Mas não é apenas uma questão de espaço ou local. A mudança será importante para o desenvolvimento do trabalho e dos atendimentos realizados”, disse.

Segundo Elaine Soares da Silva Molero, psicóloga escolar, “a criança é uma só, mesmo que ela precise de diferentes cuidados. Então, os profissionais precisam trabalhar juntos, baseados na necessidade daquela criança”. 

Já Amanda Zanão Romão, psicopedagoga, considera que o projeto surgiu da necessidade dos profissionais de desenvolverem um trabalho em rede. “Chega uma hora que o trabalho do psicopedagogo precisa do apoio de outros profissionais”, comentou. E completou: “As necessidades das crianças que atendemos apontavam para um trabalho coletivo”.

Elaine também atenta para dois fatores importantes: com o atendimento otimizado pela aproximação dos profissionais diminuirão os encaminhamentos para outros serviços da saúde e os casos serão solucionados mais rapidamente. “A tendência é que o tempo de atendimento diminua e para o os pais faz muita diferença saber que existe um time de profissionais que se importam com o caso de seu filho e, principalmente, que falam a mesma língua”, disse.

Compartilhar :
Twitter
Imprimir
Assuntos relacionados: cricapsicólogassaúde mental
» Todas as notícias

Ultimas Notícias

13 ABR

Prefeitura inaugura nova Praça do Pinhal

12 ABR

Inscrições abertas para projeto 'Meu Primeiro Emprego'

12 ABR

O Cine Vagão está de volta com muito anime!

Reportar erro!

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente
Cabreúva
Prefeitura Municipal de Cabreúva - Rua Floriano Peixoto, 158 - Centro - Cabreúva - SP
Todos os direitos reservados © 2024 - Desenvolvimento Imagenet Tecnologia.