Ir para o conteúdo

Tamanho do Texto

Contraste

Cadastre e receba
nossa newsletter:

Cabreúva

Notícias - Home

09 DEZ

Emoção marca encerramento do #MeninasOcupam


Atualizado em 12 Dez 2019 às 08h

Emoção. Alegria. Gratidão. Acolhimento. Felicidade. Respeito. Motivação. Valorização. Carinho. Empatia. Esperança. Com essas palavras, alunas, secretários municipais e servidores envolvidos definiram a ação da campanha #MeninasOcupam de Cabreúva, encerrada na manhã desta segunda-feira (9).

 

Este ano, as 20 alunas da rede municipal de ensino escolhidas para participar da campanha tiveram um dia de muita responsabilidade: ocupar a cadeira de um secretário de governo da Prefeitura. Depois da experiência, que ocorreu em outubro, meninas e gestores voltaram a se encontrar nesta segunda para fazer um balanço da ação e encerrar a campanha deste ano.

 

“A gente tem muito o que comemorar. Foi uma nova proposta, muito interessante, tanto para as meninas quanto para os servidores públicos”, avaliou Juliana Oliveira, psicóloga e articuladora municipal do São Paulo pela Primeiríssima Infância. “As meninas aprenderam um pouco sobre o funcionamento da Prefeitura. E os gestores tiveram a oportunidade de refletir sobre seu trabalho, saindo da rotina.”

 

Juliana lembrou que a proposta foi levar as meninas para ocuparem cargos de tomada de decisão, de poder, para se inspirarem e crescerem sabendo que elas têm potencial para serem o que quiserem.

 

Durante a confraternização de encerramento do programa, realizada no auditório da Guarda Municipal, as meninas relembraram seu “dia de gestor público”. “Assinei um papel dando prazo de 48 horas para a oficina consertar uma ambulância”, contou Gabrielly Belarmino de Lima, de 10 anos, da Emeb Vereador Oscar Barbosa Neto.

 

Ela e a colega de escola Mayra da Silva assumiram a cadeira da secretária da Fazenda, Cristiane Peron. “A gente leu e-mail e participou de uma reunião sobre a (Secretaria de) Saúde”, completou Mayra. “Foi muito legal. Mas é muita responsabilidade. Acho que não quero esse cargo”, brincou Gabrielly. “Quero ser policial”, confidenciou.

 

Alunas da Emeb Maestro B. Mesquita da Silveira, Rebeca Pereira e Laís Batista da Silva, de 10 anos, contaram, encantadas, sobre o trabalho da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social. Além do gabinete da secretária Elizabete Andrade de Souza, elas visitaram dois equipamentos: o Cras e o Creas.

 

“Eles ajudam as pessoas com necessidades. Nem imaginava que existia isso”, disseram as amigas. “Fiquei surpresa”, admitiu Rebeca, confessando que a experiência a fez pensar em uma segunda opção de carreira. “Quero ser guia turístico. Mas agora também tenho um plano B: assistente social.”

 

A secretária Elizabete contou que a ação trouxe à tona uma realidade: muita gente não tem ideia do trabalho e das políticas públicas da assistência social. “Fiquei impactada e feliz em receber as meninas e as coordenadoras e professoras. E poder mostrar um pouco do nosso trabalho. Foi uma troca riquíssima.”

 

No encontro, também foram expostos os trabalhos (desenhos e redações) feitos pelas alunas em sala de aula sobre o tema empoderamento feminino ligado a uma das secretarias municipais da cidade, a primeira parte da ação. A partir desse trabalho, foram escolhidas as representantes de cada escola.

 

Com apenas 7 anos, a pequena Samira Carvalho Vieira da Silva, da Emeb Evilázio Xisto Berion, chamou a atenção com seu desenho: uma mãe levando seu bebê para tomar vacina. “Quero ser médica”, disse, tímida. Tanto, que ela foi uma das escolhidas para visitar a Secretaria de Saúde, onde foi recebida pela secretária Rita Hollo.

 

“Foi muito interessante essa ação. Mostrou às meninas que elas podem ocupar espaços de liderança”, destacou a secretária de Saúde. Juntas, elas visitaram o hospital Santa Casa, participaram de uma reunião e entregaram o cartão SUS para o prefeito Henrique Martin. “Com a visita, as meninas puderam entender que são muitas mãos que fazem com que os equipamentos de saúde funcionem.”

 

CAMPANHA

 

Este é o terceiro ano em que Cabreúva adere à campanha #Meninas Ocupam, um movimento global desenvolvido pela Plan Internacional, por meio do programa “Primeiríssima Infância”, que tem como objetivo promover a igualdade de gênero e empoderar mulheres e meninas. Na cidade, envolve as secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social.

 

“É uma campanha muito importante para a inserção, para a mudança de olhar, tanto para as meninas, quanto para a sociedade”, destacou Lígia Bestetti, articuladora de Atenção à Saúde do Departamento Regional de Saúde Campinas (DRS7), da Secretaria de Saúde do Estado.

 

Lígia acompanha a implementação das ações do “Primeiríssima Infância” em diversas cidades e acredita que Cabreúva é modelo para a região. Segundo ela, dos nove municípios da regional, apenas três já aderiram ao #Meninas Ocupam. “A gente percebe que o projeto está crescendo e dificilmente a cidade vai retroceder. Pode até se tornar lei, como ocorreu com a Semana do Bebê”, sugeriu.

 

 

Compartilhar :
Twitter
Imprimir
» Todas as notícias

Ultimas Notícias

21 JUN

Cabreúva inaugura primeira sede oficial da Defesa Civil

20 JUN

Campeonato Paulista de Futsal Down 2024 começa dia 09

19 JUN

Alunos da EMEB Prof. Jaira Batista concluem o programa Bombeiros na Escola

Reportar erro!

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente
Cabreúva
Prefeitura Municipal de Cabreúva - Rua Floriano Peixoto, 158 - Centro - Cabreúva - SP
Todos os direitos reservados © 2024 - Desenvolvimento Imagenet Tecnologia.