Ir para o conteúdo

Tamanho do Texto

Contraste

Cadastre e receba
nossa newsletter:

Cabreúva

Notícias - Home

21 MAI

Coronavírus: Saúde reúne representantes de supermercados


Atualizado em 17 Ago 2020 às 09h

 

A secretária de Saúde, Rita Hollo, reuniu na manhã desta quinta-feira (21) representantes de todos os supermercados de Cabreúva para atualizá-los sobre a situação do coronavírus (covid-19) e reforçar as orientações de combate à doença. O objetivo é reduzir a transmissão e o contágio na cidade.

 

“Estamos observando um aumento significativo no número de pessoas com síndrome gripal nos serviços de urgência. Essa é uma grande preocupação, principalmente porque não temos leitos de UTI na cidade”, explicou a secretária. Ela informou ainda que a taxa de ocupação no Hospital São Vicente, em Jundiaí, que é a referência para Cabreúva, está em torno de 70%, e de hospitais particulares, que atendem convênios, já passou de 100%.

 

Rita lembrou ainda que esta semana a cidade registrou a primeira morte por covid-19, de um homem jovem, sem doenças pré-existentes, além de uma morte suspeita. “Estamos entrando na pior fase do contágio e nós temos de fazer nossa parte. Precisamos ser proativos. É um desafio, mas temos de aprender a conviver com esse vírus.”

 

A coordenadora da Vigilância Sanitária, Débora Hégedus, solicitou aos representantes que cada estabelecimento, dentro de sua realidade, faça um planto de contingência para o coronavírus. A ideia é cada um tenha um protocolo de ação que deve ser seguido pelos colaboradores.

 

Durante a reunião, cada representante compartilhou as ações que tem feito para tentar reduzir o fluxo de pessoas dentro dos mercados.

 

A proprietária do supermercado Safra Ville, Penélope Kordoutis, contou que, entre outras medidas, adotou um aplicativo de celular para fazer a contagem do número de clientes na loja. “Desta forma, a gente evitar que o cliente fique manuseando um papel ou plástico, que também podem contaminar”, explicou.

 

Simone Militão, do supermercado Santa Fé, destacou a dificuldade de barrar a entrada de pessoas sem máscara e em grupo. Um desafio comum para todos os mercados. “Muita gente insiste que tem o direito de ir e vir e não obedece aos nossos pedidos”, disse. Neste caso, orientou o secretário de Segurança e Defesa, Renato Violardi, a situação da pandemia e a necessidade de garantir a saúde pública se sobrepõem ao direito de ir e vir e as pessoas precisam seguir as regras.

 

“Acredito que os funcionários têm de se apropriar do risco de transmissão da doença, saber o que está acontecendo, da gravidade da situação. Só assim ele vai se sentir seguro para abordar o cliente, orientar e barrar a entrada de mais de uma pessoa por família”, complementou a secretária de Saúde, que também pediu atenção aos cuidados com os funcionários.

 

Participaram ainda representantes dos supermercados Sonda, Boa, Joia, Miranda e Dia.

 

 

Compartilhar :
Twitter
Imprimir
Assuntos relacionados: saúdecoronavírusreunião
» Todas as notícias

Ultimas Notícias

19 ABR

Praça do Bonfim é inaugurada totalmente reformada

19 ABR

Gestantes visitam a maternidade da Santa Casa

18 ABR

Diretoria do Conselho Municipal do Idoso encerra mandato

Reportar erro!

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente
Cabreúva
Prefeitura Municipal de Cabreúva - Rua Floriano Peixoto, 158 - Centro - Cabreúva - SP
Todos os direitos reservados © 2024 - Desenvolvimento Imagenet Tecnologia.