Ir para o conteúdo

Tamanho do Texto

Contraste

Cadastre e receba
nossa newsletter:

Cabreúva

Notícias - Educação

09 DEZ

Emoção marca encerramento do #MeninasOcupam


Atualizado em 12 Dez 2019 às 08h

Emoção. Alegria. Gratidão. Acolhimento. Felicidade. Respeito. Motivação. Valorização. Carinho. Empatia. Esperança. Com essas palavras, alunas, secretários municipais e servidores envolvidos definiram a ação da campanha #MeninasOcupam de Cabreúva, encerrada na manhã desta segunda-feira (9).

 

Este ano, as 20 alunas da rede municipal de ensino escolhidas para participar da campanha tiveram um dia de muita responsabilidade: ocupar a cadeira de um secretário de governo da Prefeitura. Depois da experiência, que ocorreu em outubro, meninas e gestores voltaram a se encontrar nesta segunda para fazer um balanço da ação e encerrar a campanha deste ano.

 

“A gente tem muito o que comemorar. Foi uma nova proposta, muito interessante, tanto para as meninas quanto para os servidores públicos”, avaliou Juliana Oliveira, psicóloga e articuladora municipal do São Paulo pela Primeiríssima Infância. “As meninas aprenderam um pouco sobre o funcionamento da Prefeitura. E os gestores tiveram a oportunidade de refletir sobre seu trabalho, saindo da rotina.”

 

Juliana lembrou que a proposta foi levar as meninas para ocuparem cargos de tomada de decisão, de poder, para se inspirarem e crescerem sabendo que elas têm potencial para serem o que quiserem.

 

Durante a confraternização de encerramento do programa, realizada no auditório da Guarda Municipal, as meninas relembraram seu “dia de gestor público”. “Assinei um papel dando prazo de 48 horas para a oficina consertar uma ambulância”, contou Gabrielly Belarmino de Lima, de 10 anos, da Emeb Vereador Oscar Barbosa Neto.

 

Ela e a colega de escola Mayra da Silva assumiram a cadeira da secretária da Fazenda, Cristiane Peron. “A gente leu e-mail e participou de uma reunião sobre a (Secretaria de) Saúde”, completou Mayra. “Foi muito legal. Mas é muita responsabilidade. Acho que não quero esse cargo”, brincou Gabrielly. “Quero ser policial”, confidenciou.

 

Alunas da Emeb Maestro B. Mesquita da Silveira, Rebeca Pereira e Laís Batista da Silva, de 10 anos, contaram, encantadas, sobre o trabalho da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social. Além do gabinete da secretária Elizabete Andrade de Souza, elas visitaram dois equipamentos: o Cras e o Creas.

 

“Eles ajudam as pessoas com necessidades. Nem imaginava que existia isso”, disseram as amigas. “Fiquei surpresa”, admitiu Rebeca, confessando que a experiência a fez pensar em uma segunda opção de carreira. “Quero ser guia turístico. Mas agora também tenho um plano B: assistente social.”

 

A secretária Elizabete contou que a ação trouxe à tona uma realidade: muita gente não tem ideia do trabalho e das políticas públicas da assistência social. “Fiquei impactada e feliz em receber as meninas e as coordenadoras e professoras. E poder mostrar um pouco do nosso trabalho. Foi uma troca riquíssima.”

 

No encontro, também foram expostos os trabalhos (desenhos e redações) feitos pelas alunas em sala de aula sobre o tema empoderamento feminino ligado a uma das secretarias municipais da cidade, a primeira parte da ação. A partir desse trabalho, foram escolhidas as representantes de cada escola.

 

Com apenas 7 anos, a pequena Samira Carvalho Vieira da Silva, da Emeb Evilázio Xisto Berion, chamou a atenção com seu desenho: uma mãe levando seu bebê para tomar vacina. “Quero ser médica”, disse, tímida. Tanto, que ela foi uma das escolhidas para visitar a Secretaria de Saúde, onde foi recebida pela secretária Rita Hollo.

 

“Foi muito interessante essa ação. Mostrou às meninas que elas podem ocupar espaços de liderança”, destacou a secretária de Saúde. Juntas, elas visitaram o hospital Santa Casa, participaram de uma reunião e entregaram o cartão SUS para o prefeito Henrique Martin. “Com a visita, as meninas puderam entender que são muitas mãos que fazem com que os equipamentos de saúde funcionem.”

 

CAMPANHA

 

Este é o terceiro ano em que Cabreúva adere à campanha #Meninas Ocupam, um movimento global desenvolvido pela Plan Internacional, por meio do programa “Primeiríssima Infância”, que tem como objetivo promover a igualdade de gênero e empoderar mulheres e meninas. Na cidade, envolve as secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social.

 

“É uma campanha muito importante para a inserção, para a mudança de olhar, tanto para as meninas, quanto para a sociedade”, destacou Lígia Bestetti, articuladora de Atenção à Saúde do Departamento Regional de Saúde Campinas (DRS7), da Secretaria de Saúde do Estado.

 

Lígia acompanha a implementação das ações do “Primeiríssima Infância” em diversas cidades e acredita que Cabreúva é modelo para a região. Segundo ela, dos nove municípios da regional, apenas três já aderiram ao #Meninas Ocupam. “A gente percebe que o projeto está crescendo e dificilmente a cidade vai retroceder. Pode até se tornar lei, como ocorreu com a Semana do Bebê”, sugeriu.

 

 

Compartilhar :
Twitter
Imprimir
» Todas as notícias

Ultimas Notícias

19 JUN

Alunos da EMEB Prof. Jaira Batista concluem o programa Bombeiros na Escola

18 JUN

Prefeitura na Área chega no Novo Bonfim neste sábado

10 JUN

EMEB Miguel Elpídio realiza festa junina com alunos e pais

Reportar erro!

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente
Cabreúva
Prefeitura Municipal de Cabreúva - Rua Floriano Peixoto, 158 - Centro - Cabreúva - SP
Todos os direitos reservados © 2024 - Desenvolvimento Imagenet Tecnologia.